Quarta-Feira, 18 de Outubro de 2017

Atenas

Atenas
Foto: Partenon

Atenas

Berço da Filosofia, do Pensamento, das Artes, das Ciências, da Política no Ocidente, a Grécia inspirou todos aqueles ligados à Cultura e às Artes Plásticas. Atenas, famosa por ter sido poderosa Cidade-Estado, foi um centro de cultura muito importante nos tempos antigos.  

Lá aportei, ávida por entrar em contato com os remanescentes desta civilização, e vivenciá-la. Foram 4 dias nos quais procurei ver, conhecer, pesquisar, tanto quanto possível. Mas foram, também, 4 dias de prazer pois ficamos instalados num hotel 5 estrelas, único desta excursão, prazer inusitado.

A Acrópole e a Ágora Antiga são os sítios arqueológicos mais importantes de Atenas e achamos muito proveitoso ter feito essas visitas como parte de um city tour, pois a guia era uma mulher preparada e deu explicações detalhadas sobre todos os monumentos. Foi uma verdadeira aula de História da Arte. Além disso, tivemos uma visão geral da cidade.
Caso você não vá acompanhada é essencial ter um bom guia com essas informações.

O Partenon é o maior templo da Acrópole, que é o símbolo de Atenas. Foi construído durante o governo de Péricles entre 447 e 432 a.C. em homenagem à deusa Atena. Os autores do projeto foram Ictinos e Calícrates, os dois maiores arquitetos da época, e Fídias foi  o escultor. O edifício tem 8 colunas na frente e atrás e 17 de cada lado.

Por nossa conta fomos ao Museu Arqueológico Nacional, que abriga muitos achados arqueológicos e cujo acervo de arte antiga grega é extraordinário. Não há necessidade de guia, pois embora o edifício seja imenso, o plano do museu é bastante claro e as coleções muito bem organizadas. Todas as peças têm as informações em grego e inglês. Dedique pelo menos uma parte do dia para essa visita, pois vale a pena.
Outro museu que visitamos e achamos muito bonito foi o Benáki. Possui uma rica coleção de jóias, trajes e cerâmicas da Grécia e do Oriente Médio. Funciona numa bela mansão e o restaurante, situado no terraço, é alinhado e bem freqüentado. Almoçamos lá e ficamos muito satisfeitos. Na saída demos uma volta pelos arredores, onde estão localizadas lojas e butiques de alto nível. Este bairro se chama Kolonáki e é o bairro elegante de Atenas com muitos endereços de estilistas. Imperdível!
Atrás de Kolonáki há uma colina (Monte de San Georgios), local romântico de onde se tem uma vista espetacular.
Próximo se encontram os Jardins Nacionais. Ao lado dos jardins fica o Túmulo do Soldado Desconhecido, onde se dá a troca da guarda, espetáculo que achei um tanto ou quanto engraçado. Ridículas as roupas dos guardas, farda colorida e sapatos com pompons, e o passo da marcha é bastante exagerado.

Plaka
É o bairro boêmio, localizado no centro histórico de Atenas, e é o melhor lugar para se passear a qualquer hora do dia e para se fazer uma refeição. Tem muitas lojas de suvenires e à noite é animadíssimo.
Anafiotica é o ponto mais animado de Plaka.
Adrianou  - rua onde encontramos o melhor comércio.
Ydria – um café muito simpático no meio de uma praça toda arborizada, quase em frente à Ágora. (Adrianou 68) 
O melhor restaurante onde estivemos em Plaka foi a Taberna Diogenes, mas gostamos bastante também do Sereias, embora mais simples.
Diogenes - Lisikratous Sq. & 3 Selley
Vimos uns lugares muito interessantes numa ladeira aonde chegamos passando por uma rua aos pés da Acrópole. Nos degraus bem largos estavam as mesas, bem postas, iluminadas a vela, mas nos melhores estavam todas ocupadas. Era sábado à noite e havia muito movimento. Pena porque acabamos indo num bem ruinzinho.
Não deixe de visitar algumas das igrejas em Plaka, inclusive a Catedral. São muito bonitas.
Igreja Santa Catarina – igreja ortodoxa no estilo bizantino.

Monastiraki
Bairro onde se instala o mercado de pulgas de Atenas.
As lojas vendem antiguidades, peças em couro e prata e quinquilharias para turistas.
Nas manhãs de domingo o mercado se estende pelas ruas do bairro. Fica cheio de gente, pechinchando e comprando.

Mikrolimano - Porto de Pireu
Há pelo menos 15 restaurantes ótimos e com bom preço, a maioria especializada em frutos do mar.
Os restaurantes têm um salão à beira-mar e foi difícil escolher um. Depois de muito rodar, acabamos optando pelo primeiro que vimos e ficamos satisfeitos. Comemos um camarão delicioso e assistimos ao pôr-do-sol no Porto de Pireu.
Restaurante Zorbas  -  Akti Koumoundourou 14
Mikrolimano, Pireu

Pode-se ir a Pireu de metrô, mas não vale a pena. É muito demorado. Na segunda vez que lá fomos pegamos um táxi, que não foi nada caro, e muitíssimo mais rápido.

Observação:  O trânsito em Atenas é caótico, mas o metrô é moderno e muito prático. Em todas as estações, muito bem montadas, há mapas e indicações claras. Não tivemos dificuldade para usá-lo e nos ajudou muito a nos locomovermos.

Copyright © 2007 • Myrthes Lima • Todos os direitos reservados • Dicas Culturais RioNossaDica