Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017

Barcelona

(de 12 a 16/10/2004)

Bus Turistic
Para quem visita a cidade pela primeira vez e vai ficar poucos dias, uma opção bastante conveniente é o Bus Turístic, um serviço dos Transportes Metropolitanos de Barcelona. Por um preço bem accessível, ainda desconto para dois dias, oferece duas rotas: a Ruta Vermella, percorrendo as atrações da parte norte, e a Ruta Blava, percorrendo as da parte sul. São ônibus confortáveis, com um deque aberto no andar de cima, e funcionam no sistema “sobe / desce”, isto é, o turista pode saltar em qualquer atração e embarcar novamente depois de um certo tempo. Têm o acompanhamento de uma guia, que dá as explicações em catalão, espanhol e inglês. O ponto de partida é na Plaça de Catalunya, o centro nevrálgico da cidade, onde se adquirem os tíquetes. As duas rotas iniciam seu trajeto pelo Passeig de Gràcia, na minha opinião a avenida mais bonita de Barcelona. Além dos edifícios espetaculares dos arquitetos modernistas, me chamaram a atenção várias outras construções, em estilos ecléticos, muito bem conservadas e muito elegantes. Nos andares térreos, lojas chiquérrimas. À noite, então, com tudo iluminado, restaurantes e cervecerias abertos e cheios, um monte de gente passeando nas calçadas, é um show. Não dá pra perder...
O ideal é fazer a rota azul (Ruta Blava) no primeiro dia pois ela percorre a maior parte das atrações, inclusive a zona do porto, toda modernizada, e vai terminar no Barri Gótic, que abriga a maior parte do que resta da Barcelona medieval e inclue alguns dos monumentos mais interessantes da cidade.
O gostoso aí é mesmo andar a pé, se enfiando pelas ruelas estreitas, deparando com uma jóia aqui, outra ali, até alcançar a praça central e se deslumbrar com a Catedral. Vale lembrar que nessas ruazinhas se encontram restaurantes, confeitarias e cafés com mesinhas ao ar livre, onde se pode sentar e descansar bebericando alguma coisa.
A rota vermelha (Ruta Vermella) se detém mais nas obras de Gaudí, grandiosas à primeira vista, mas que requerem um conhecimento prévio de sua vida e sua arte para serem melhor compreendidas.
Muito nos facilitaram a vida os Bus Turistic, e pouparam nossos pés. Nos deram uma visão geral da cidade. Pudemos, então, nos outros dois dias, visitar alguns museus e igrejas, perambular pelas Ramblas, de novo pelo bairro gótico e pelas ruas simpáticas em torno do nosso hotel, usando como meio de transporte para distâncias maiores o prático e abrangente metrô.
Nem é preciso dizer que esses quatro dias não foram suficientes para mim, insaciável quando chego num lugar novo e me apaixono, ainda mais nessa cidade de muitas faces e tanto para se ver. Mas deu para sentir o gostinho e querer provar mais...

Copyright © 2007 • Myrthes Lima • Todos os direitos reservados • Dicas Culturais RioNossaDica