Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017

Barcelona

(de 12 a 16/10/2004)

A arte
Fascinada, comprei um guia mais incrementado para melhor entender esses múltiplos aspectos de Barcelona. Estão relacionados aos diferentes períodos de sua história, que determinaram os estilos artísticos e arquitetônicos, mas certamente, também, à criatividade de seu povo.
A Catalunha tem uma excepcional coleção de edifícios medievais, construídos entre os séculos 11 e 13 num estilo românico local típico. São mais de dois milhares, a maioria igrejas. As construções situadas nos Pirineus, que escaparam tanto de ataques como da modernização, sobreviveram muito bem.
Sou grande apreciadora da arte românica e tive ocasião de visitar alguns templos no interior da França, porém não tinha conhecimento desse tesouro nas montanhas catalães. Sabia, sim, de um museu de arte românica em Barcelona, mas não estava preparada para as riquezas aí expostas. Fiquei assombrada!
Com o intuito de preservar e de evitar que obras tão valiosas saíssem da Espanha, como já tinha começado a acontecer, o Board of Museums se empenhou em adquirí-las e removê-las para um museu em Barcelona. Para que isso fosse possível, adequaram-se as instalações do museu, inclusive construindo algumas absides e, usando-se técnicas altamente sofisticadas, procedeu-se à instalaçao dos altares e pinturas murais. O resultado é surpreendente, como se a gente estivessse visitando essa igrejas antiquíssimas, uma em seguida à outra. Além dos afrescos podemos admirar, também, belíssimas esculturas e peças originais, inclusive crucifixos.
Atualmente, essa coleção, assim como as de arte gótica, renascentista e barroca, se encontram no Museu Nacional d’Art de Catalunya, situado no suntuoso Palau Nacional. Essa visita foi um dos pontos altos de nossa estada.

Copyright © 2007 • Myrthes Lima • Todos os direitos reservados • Dicas Culturais RioNossaDica